Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SNTNELA

Exemplo de superação

30.07.16

Uma entrevista realmente incrível conduzida pelo apresentador brasileiro Danilo Gentili aos atletas paraolimpicos brasileiros Terezinha Guilhermina, deficiente visual(atletismo) e Fernando Rufino, paraplégico(canoagem)onde contam de uma maneira descontraída e animada a história trágica  de suas vidas,uma entrevista emocionante, um verdadeiro exemplo de superação, os dois também participaram no filme "PARATODOS" A historia dela é emocionante, mas nada comparada a do Fernando que começa nos minutos 15:05

 

 

 

Eu,Sntnela...

30.07.16

 

sntnela_blogs_sapo_pt.png

 

 Reflex1299430104.pngões,poesias,pensamentos,opiniões...coisas desse género. Escrevo sobre mim(ou não), sobre ti(ou não). As histórias e os sentimentos se repetem, e é verdadeiramente nosso quando lemos algo que também nos lê a nós.

 

 Eu,sntnela sempre atenta aos sentimentos, aos acontecimentos,sou uma eterna melodramática...talvez porque seja assim que veja a vida, ao extremo. Tenho 36 anos, e em algumas postagem falo sobre mim como minha-vida-depois-da-rinite-alérgicaah! se eu soubesse o que sei hoje?irmãs por acaso amigas por opção ...e em outras situações que acontecem ao meu redor, escrevo historias e estórias, curtas e diretas, talvez por ser um pouco preguiçosa em ler textos grandes; Embora o meu avatar tenha uma cara mau humorada, sou uma pessoa bem disposta de bem com a vida, que ainda acredita em amigos verdadeiros, procuro ver sempre o lado bom das pessoas,tento não julgar as suas atitudes e decisões, apesar da minha mente as vezes ser contraria as minhas vontades, mas penso que estou me saíndo bem.escrever me  dar prazer e me acalma, e poder compartilhar os meus textos com você me deixa realmente feliz.

welcome-to-our-home-1205888__340.jpg

 

me encontre também em:

 

Vou viver com outra.

27.07.16

man-979980__340.jpg

 Mulher perdoe me ,mas já não posso continuar me enganando, te enganando,

o que sinto por você já não é amor,

por favor não me julgue, não queria te fazer sofrer, te fazer chorar,

já estamos tanto tempo juntos, construimos tanta coisa, eu sei... os nossos filhos.

É que eu encontrei outro alguém, juro que não procurei,

aconteceu e agora não consigo viver sem ela,

 ela é bem mais nova e com ela sinto me jovem outra vez,

ok!  talvez seja a crise da terceira idade,

mas esse sentimento é maior do que qualquer coisa que consiga controlar.

Perdi o juízo estou perante a ti de cara no chão,

as tuas lágrimas o teu desespero é como um punhal no meu coração,

mas como dizer adeus sem magoar, como não te machucar,

mulher desculpa mas estou indo embora, estou deixando você, vou viver com outra,

não te deixarei desamparada, garanto uma mesada para ti e as crianças,

mas por favor eu preciso ir.

Amanhã quem sabe eu possa me arrepender,

mas hoje eu quero viver,eu preciso viver esse amor,

não chores por mim, isso me doí ainda mais,

tente não me odiar,mulher estou indo embora, 

como vou dizer isso a ela?

 

Sexo por amor, sexo por desejo.

24.07.16

couple-731890_960_720.jpg

 O desejo transbordava em teus olhos,

os nossos corações disparados de tanta paixão,

a delicadeza quase brutal, quase animal

dos instintos a flor da pele,

os corpos entrelaçados numa dança de prazer e pecado,

mas ao mesmo tempo divinal,

o encontro do céu, e do inferno, na terra.

nossos corpos molhados ,os sussurros no ouvido,

os gemidos que não eram de dor,

onde chegar no topo não é para todos,

amor e sexo ,sexo por amor ,sexo por desejo,

o homem que encontra amor no sexo,

a mulher que encontra no amor o desejo,

ou vice versa, beija me mais um pouco,

e me ame intensamente , que farei igual,

mesmo que seja apenas

por alguns instantes.

 

 

tic tac,tic tac...

23.07.16

clock-1274699_960_720.jpgtic tac, o tempo não perdoa,

vejo minhas mãos enrugadas,

essas mãos que já escreveram tantas historias.

Minha pele de pêssego,

as minhas curvas a beleza de outrora,

agora são apenas recordações,

tentei parar o tempo mas sou

tão pequenina perante sua força,

os cremes caríssimos,

cirurgias plásticas tudo em vão,

como aceitar,

levamos uma vida de luta pela nossa independência,

mas o tempo nos torna outra vez crianças,

eu que ainda tinha tanto para fazer,

tantas coisas que deixei para amanhã,

acreditava ter todo o tempo do mundo,

ele escapou me das mãos me tornando idosa,

quando tinha a juventude não tinha a sabedoria,

era tudo tão momentâneo, intenso,

hoje que tenho as minhas certezas me falta a juventude,

sinto me jovem mas o meu corpo não

corresponde com as minhas vontades,

tic tac,no compasso do meu coração,

o tempo passou e continua a passar

contra mim e contra todos,

porque assim têm que ser,

passou que eu nem vi,

se pudesse voltar atrás ,

só por uma vez ia ser diferente.

O tempo é implacável, 

minhas rugas esticadas, não me deixam mentir,

não abdico da vida que vivi,

dos meus amados filhos, netos e bisnetos,

mas o tempo  trouxe o que eu mais temia,

sou criança outra vez,tic tac,tic tac...

 

 

Irmãs por acaso,amigas por opção

22.07.16

sisters-931151__340.jpg

 Deus me presenteou você,

irmãs por acaso,

amigas por opção.

irmãs são para sempre,

amigas posso escolher,

amor inexplicável,

o que eu sinto por você.

 

Te conto os meus segredos.

sei que não me vai julgar,

sei que você me entende 

só de me olhar.

Teus filhos são meus filhos,

amor maior não há,

ah como eu queria ,

também deles cuidar.

 

sou tua confidente 

comigo pode contar,

é tão surpreendente

o poder de te amar,

contas comigo amiga,

conto contigo irmã,

porque assim Deus nos quis,

irmã amiga, amiga irmã.

 

Violência doméstica

21.07.16

stop-1131143_960_720.jpg

E pensar que eu não queria ir naquele concerto de verão naquela noite linda, onde conheci você que mudou a minha vida, a sua doçura seu jeito meigo e cativante, nunca tinha conhecido alguém tão extrovertido, eu e as minhas amigas cobiçávamos a sua atenção, quando que eu poderia imaginar que aquele príncipe poderia olhar para mim.

 

Ah! como eu era tímida, mas mesmo com tanta timidez não conseguia disfarçar toda a fascinação que sentia, quando me chamou para dançar eu mal sentia as minhas pernas o coração a mil, naquele momento onde senti o seu primeiro toque no meu corpo sabia que estava perdida, o homem mais lindo do mundo estava dançando comigo, e correspondendo todas as minhas expetativas.

 

Quando me beijaste eu fui ao céu e voltei, Já éramos namorados, alguns meses se passaram, nunca vi namorado mais dedicado, mesmo antes de eu perceber o que estava acontecendo, já estávamos casados.

 

As minhas amigas diziam de como eu tinha sorte e que tinha encontrado um homem de sonhos, vieram os filhos ,era tudo perfeito, conquistaste não só a mim, como toda a minha família e amigos.

 

 

Um dia chegaste em casa aborrecido e cheiravas a álcool, reclamou da casa, da comida e me deu o primeiro tapa na cara, e eu perdoei afinal aquele não era você, era culpa da bebida, e nas noites seguintes era o mesmo, todos os dias.

 

Não te denunciei era só uma fase má que iria passar, já não me chamava amor, já não era a sua princesa, eu que não usava maquilhagem, andava sempre pintada para disfarçar as marcas que você me deixava.

 

 

Não tinha coragem de contar para os meus amigos que aquele homem que todos admiravam era um covarde, como dizer aos meus pais que o idolatravam o que fazias.

 

tinha tanto medo e vergonha que permaneci calada por muitos anos, hoje você estava tão zangado, e espancou me pela ultima vez, já não poderei dizer mais nada.

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pág. 1/3